O coaching financeiro, ou financial coaching, utiliza a metodologia e as ferramentas do coaching para organizar e aprimorar a vida financeira dos coachees.

O coaching é um processo de transformação que conduz o indivíduo do estado atual para o estado desejado por meio da reflexão.

É por meio de pensamentos e comportamentos adequados que se pode obter sucesso financeiro e a (tão sonhada) independência financeira.

A saúde da vida financeira é influenciada, basicamente, pelo planejamento e pela organização. Estas variáveis, por sua vez, ficam condicionadas pelas crenças e pelos hábitos das pessoas. 

O ponto de partida é o conhecimento. O coach, no papel de facilitador, vai auxiliando seu cliente (coachee) a se autoconhecer. Buscando em suas competências, a forma de como lidar com suas crenças e hábitos, alinhando-os para educação financeira eficaz.

Normalmente, associa-se educação financeira com cálculos e matemática. Entretanto, a variável decisiva para a educação financeira é a forma como o indivíduo vê o dinheiro e os reflexos desta visão no comportamento.

Muitas destas crenças são fomentadas pela cultura dos círculos de convívio, como a família, os amigos e colegas de trabalho. Não é raro ouvirmos frases como:

  • “Ter muito dinheiro só traz desgraça”;
  • “Não vou fazer as contas de quanto vou ganhar porque dá azar”;
  • “É rico porque deu sorte”;
  • “Os ricos são desonestos”;
  • “Os pobres são mais amigos uns dos outros”;
  • “Pessoas ricas exploram quem não tem dinheiro”;
  • “Com o que ganho não é possível poupar”.

O indivíduo vai, a partir de destas crenças limitantes, desenvolvendo hábitos limitantes, como:

  • Gasta mais do que ganha;
  • Não mantém reservas para imprevistos;
  • Atende seus desejos fazendo dívidas;
  • Não tem planejamento financeiro;
  • Gasta exageradamente com supérfluos;
  • Não conhece e não faz investimentos

O processo de coaching financeiro ajudará a identificar quais crenças limitantes impedem o progresso financeiro e que novas crenças fortalecedoras podem ser desenvolvidas. Ajudará também a apontar quais hábitos limitantes estão impactando a vida financeira e quais hábitos fortalecedores devem ser construídos para levar à mudança os comportamentos negativos.

“Tomar as rédeas” da própria vida financeira. Deixar de ser guiado só pelos impulsos. O coaching facilita a colocação da razão no comando, por meio do compromisso e da responsabilização pelo controle das finanças pessoais.

Por meio das próprias aptidões, trabalhadas pelo processo de coaching, o indivíduo irá instaurar as premissas poderosas na construção da cultura de educação financeira:

  • Planejamento constante de curto, médio e longo prazo; e
  • Disciplina diária.

Com base nestas premissas, elaborar, com o auxílio do coach, um sistema de controle financeiro, que sustentará o plano de ação para transformar as crenças limitantes e construir padrões novos de comportamento financeiro. Criando uma cultura de prosperidade e independência financeira.

Aliado a esse processo de transformação, é recomendado o estudo e o aprendizado sobre economia e finanças.

O conhecimento conduz a possibilidade de aproveitamento das oportunidades. Sucesso financeiro não é somente guardar dinheiro. É saber estabelecer objetivos e metas. Usufruir destas metas alcançadas. Estabelecendo novas e sucessivas metas. Chegando ao sucesso financeiro.

Fazendo o dinheiro e o tempo trabalharem para garantir uma vida de prosperidade, segurança, tranquilidade e com qualidade de vida. 

Edmar Oneda – Formado em Master Practitioner e Trainer Training Programação Neurolínguística; Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi, Formação Internacional em Coaching pela Lambent do Brasil e Diretor e Fundador da Academia do Palestrante.

Deixe uma resposta

Fechar Menu